VISITAS

quarta-feira, 28 de junho de 2017

DEUS NÃO COBRA, E VOCÊ?

Tentar resolver problemas criados em nossa existência, ficar voltando e insistindo o tempo todo, quando percebemos que não chegamos a canto algum,  é desnecessário.
Se há escuridão em um ambiente  não vamos buscar a razão dela, nós procuramos o interruptor, acendemos a luz e iluminamos tudo, imediatamente ela desaparece.
Quanto mais luz colocamos em nossa vida, mais a escuridão desaparece.
Escolhas! Decisões!
Teremos sempre mais daquilo que olhamos e queremos.

Em todos os momentos podemos escolher em:

  • falar mal de alguém ou enviar a esta pessoa uma luz de amor e perdão.
  • reclamar, lastimar    ou  agradecer pelo que temos, aceitar e sorrir.
  • gritar, xingar, falar palavrões    ou   se interiorizar e trazer a luz de Deus.
  • colocar a culpa em alguém ou reconhecer que precisamos mudar alguns aspectos.
Às vezes passamos anos e anos remoendo condições que já se foram há muito tempo. Pelo menos em fatos. Mas não foram, na verdade em nossa mente. Giramos em volta daquela circunstância. Ela está tirando uma porcentagem da nossa vida e alegria. Ela se intromete em nossos pensamentos, trazendo sempre lembranças que nos fazem mal.
Nossa mente cria o que quer,  e  é programada! Coisas que nos foram ditas ficam martelando em nossa psique. 
Quando somos elogiados não esquecemos mais, aquilo fica falando, repetindo. Da mesma maneira quando somos ofendidos. Essas palavras ficam se repetindo  anos e anos. Na maioria dos casos elas permanecem por vidas.
Devemos consultar nosso coração!
Podemos trilhar o caminho de ressentimentos  ou traçar um novo caminho de amor para   sermos totalmente autênticos.
Combinar fala com atitude é a melhor fórmula. Buscar sempre agir com integridade.  Ser o  mais sincero possível. 
Cobrar atitudes passadas ou presentes nos faz focar em um universo  que não é nosso,  e viver em função do que não nos pertence. 
Deus não cobra e não exige nada de ninguém. Quem ama, simplesmente ama.


Maria Martins


Nenhum comentário:

Postar um comentário